Tanemba

Novidades

 



Aumento do álcool embriaga motoristas

   
O aumento abusivo do álcool nos últimos dias tem transtornado os motoristas. A pinga aumentou 30%, a cachaça também, o aguardente também, a caninha também. Agora ficou quase impossível tomar aquela biritinha antes de dirigir. O problema não pára aí. A cervejinha do policial rodoviário também subiu de preço.
Jose da Silva Xavier (Rg 160.899.999 e CPF. 251.254.555-14), membro vitalício dos alcoólatras anônimos, afirmou que se o álcool não parar de subir, o motorista vai ser obrigado a parar de beber. A situação chegou num ponto que o governo ameaça vender seus estoques reguladores de pinga.